Como Fazer o Acorde Ré bemol menor no Piano e no Teclado

Acorde Dbm Teclado

Continuamos com a série acordes de piano e teclado no site Quero Aprender Agora.

Agora, olharemos com mais profundidade os acordes menores.

Hoje aprenderemos tudo sobre Dbm, também conhecido como Ré bemol menor:

É possível aprender teclado em casa? VEJA ISSO

Formação do Acorde Dbm

Para tocarmos Dbm, Ré bemol menor, vamos rever quais notas nós precisamos fazer.

A escala menor de Db é:

Ré b – Mi b – Fá b – Sol b – Lá b – Si dobrado bemol – Dó b – Ré b     …e assim continuamos…

   1   –    2    –   3    –   4    –     5    –            6             –          –   8        » certo?

Não se assuste!

Na prática, quando você ler Si dobrado bemol, toque a nota Lá. A nota Fá b será um Mi e a nota Dó b será um Si.

Olhamos novamente para a escala que nos mostra claramente que a nota 1 = Ré b (nota tônica da escala), a nota 3 = Mi (terça da escala) e a nota 5 = Lá b (quinta da escala).

Portanto, no Dbm, temos que ter as notas Ré bemol (Db), Mi (E) e Lá bemol (Ab).

Simples, certo?

Agora vamos aprender como fazer isso no instrumento.

Será que o famoso método O Poder das Teclas funciona mesmo? VEJA ISSO Leia isso e não fique para trás.

Como Fazer Ré bemol menor

Existem diversas maneiras de tocarmos Dbm. Vamos aprender algumas opções.

Uma primeira opção, é que as notas do teclado e do piano se repetem ao longo do instrumento (assim como na escala). Ou seja, à medida que você vai tocando com os dedos as teclas para a direita, as notas vão ficando mais agudas, um som fino, alto.

Portanto, você pode tocar o mesmo acorde em oitavas diferentes, mais graves ou agudas. Isso irá depender do seu gosto, do seu estilo e do momento da música. 

Experimente perceber qual oitava se encaixa melhor, lembrando que não existe certo ou errado, hein? É apenas uma questão de gosto pessoal.

A segunda opção é o que chamamos de INVERSÕES de acordes.

Se quisermos criar inversões, simplesmente deslocamos a nota à esquerda e colocamos ela na ponta direita.

Então, no caso de Ré bemol menor, temos as seguintes notas:

Posição Fundamental: Db-E-Ab (Ré b – Mi – Lá b)

Primeira Inversão: E-Ab-Db (Mi – Lá b – Ré b)

Segunda Inversão: Ab-Db-E (Lá b – Ré b – Mi)

Importante você saber que pode fazer qual inversão preferir, dependendo da sonoridade que você quer, em determinado momento da música e da facilidade para trocar acordes de maneira rápida em uma música.

Qualquer um desses acordes mostrados nas seguintes cifras estão corretos. A diferença entre eles é que soam um pouco mais grave ou um pouco mais agudo, dependendo da inversão que você escolher tocar.

Então a sua escolha será baseada em duas questões:

  1. Qual posição você se sente confortável em tocar e consegue fazer a troca de acordes de maneira rápida
  2. Qual característica, qual timbre do som você quer em um determinado momento da música

Quais Dedos Usar Para Tocar Dbm

Como em qualquer teoria, sempre existirá quem acha que existe um “certo” ou o “mais correto”.

Eu acredito que, se você se sentir confortável tocando, então está correto. Temos que entender que todos nós temos características diferentes, alguns com dedos grossos e curtos, outros com dedos finos e compridos.

O mais comum é usar os dedos 1-3-5 ou 1-2-4, sendo o número 1 o dedo polegar e o número 5 o dedo mínimo (mindinho).

Numeração dos Dedos das Mãos Para Teclado e Piano

Acorde Dbm no Teclado e no Piano Posição Fundamental

Posição Fundamental do Acorde Dbm

Dbm Primeira Inversão

Primeira Inversão do Dbm

Dbm Segunda Inversão

Segunda Inversão de Dbm
O Poder das Teclas Funciona Mesmo? Leia tudo sobre esse método

Infográfico Ré bemol menor (para download)

Infográfico Como Fazer Ré bemol menor

Compartilhe esse Infográfico no seu site (copie e cole o código HTML):

[compartilhe imagem=”https://www.queroaprenderagora.com.br/wp-content/uploads/2021/10/infografico-como-fazer-o-acorde-re-bemol-menor-no-teclado-e-no-piano.jpg” link=”https://www.queroaprenderagora.com.br/dbm-teclado/” alt=”Infográfico Como Fazer Ré bemol menor”]

Lembrando que você vai perceber que alguns acordes são muito fáceis de tocar, e outros são desafiadores e exigem um alongamento maior dos dedos, requerendo maior flexibilidade.

Algumas posições serão mais fáceis de fazer dependendo do tipo de teclado ou piano que você escolher, com teclas mais leves ou pesadas para se tocar.

Lembre-se sempre que para tocar bem, a única atitude que SEMPRE vence é a continuidade, a insistência, a perseverança. Apenas continue praticando…

Pratique aquelas posições que são desafiadoras. Quando você perceber, elas serão fáceis!

Acima de tudo, divirta-se!

Poder das Teclas Funciona
LEIA E VEJA SE O MÉTODO É MESMO PARA VOCÊ

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *